VideoBar

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

sábado, 1 de março de 2008

Finalmente
Sossego
Na melodiosa paz dos Anjos

Volto a ser infante
Adormeço
Com a serenidade clara da Lua…

Sonho outros mundos
Outras vidas
Outros estares…

Viajo por todos os espaços
Mesmo pelos mais inacessíveis…

Um imaginário suave e tranquilo
Traz-me a Paz
Sempre esperada em todos os momentos
Desta minha existência instável
Volúvel
Camaliónica….

Entranho-me nas mais labirínticas tramas
Deste Universo sem fim…

Vejo o Infinito
Encontro o silêncio dos orbes celestes…

O divino aureola-me
Entro em comunhão comigo mesma
Com todos os outros
Meros pedaços efémeros do meu caminhar…

Os meus pensamentos percorrem
A iter-mundaneidade do Mundo
Com pressa
Sem discrição…

Finalmente….
Sou Eu
E não mais o outro de mim mesma…

Isabel Rosete
03/09/07
16/02/08
Enviar um comentário