VideoBar

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

sábado, 9 de abril de 2011

CURSOS MIL – por Isabel Rosete
VERGÍLIO FERREIRA: NA FACE DO MISTÉRIO, O PENSAMENTO E A VOZ DO SILÊNCIO

«Há o ódio e o sonho e a inquietação do nada. O enigma, o absurdo. O não sei quê que perdura como a fome que volta sempre. O mistério que renasce do que o resolveu. E a beleza. A que vem depois de todas as coisas belas. Elas envelhecem, o acento da beleza noutro lado. Mesmo Deus retira-se para além de Deus. A procura intérmina ofegante. Silêncio.», Vergílio Ferreira

1ª Sessão: Traços de um pensamento e as vozes do silêncio
1. Entre o silêncio, a morte e o enigma do Eu
2. A obra como escrita da vida ou escrita do silêncio
3. O novo humanismo: o lugar da infância e a instauração de uma poética do humano
4. No caminho da interrogação: o olhar preconceptual

2ª Sessão: Uma escrita, uma época e a revelação do destino historial do homem
1. Nos limiares da revelação: o espanto originário como fonte da criação
2. A atmosfera literária e ideológica contemporânea e a escrita vergiliana
3. Uma sensibilidade pós-moderna
4. Uma escrita existencialista

3ª Sessão: A problemática do romance – II
1. Destino e morte das palavras: fala e silêncio
1.1. A palavra como essência do pensamento e o pensamento poético em detrimento da vacuidade do discurso
1.2. A dimensão ontológica da linguagem como meio de hominização do mundo
2. O fim do romance ou do romance viável: sob o signo da mudança

4ª Sessão: A problemática do romance – II
1. Do romance-espectáculo ao romance-problema
2. O tratamento romanesco do tempo

Isabel Rosete

Enviar um comentário