VideoBar

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

sexta-feira, 4 de maio de 2012


Celebração

Celebremos as noites de Lua cheia,
Todos os equinócios, todos os solstícios,
Todas as dádivas da Terra
Despida das ervas daninhas.

Celebremos as glórias merecidas,
As batalhas vencidas
Nos verdes campos aonde a morte
Não regressará jamais.

Celebremos o Aberto
Onde se recolhem todas as puras criaturas,
O Cantar e o Ante-cantar serenamente protegidos
Pela aura dos Anjos, belos e terríveis.

Isabel Rosete
Enviar um comentário