VideoBar

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Na ausência de um Desejo
Se erguem os meus sonhos

De Esperança;

Na ausência do Amor
Se elevam a Amargura e a Dor

Do meu estar-só.

Mas

Não há Ausência
Que invada o meu

Espírito

Sempre sedento

Do novo e do Maior!


Isabel Rosete
7/12/2009
Enviar um comentário