VideoBar

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

quinta-feira, 18 de agosto de 2011


Ah, se o teu rosto se voltar a colar no meu,

Se as nossas almas derem as mãos,

Se os nossos corpos deslizarem

Na pele macia que nos une na diáspora,

Se me voltares a ver, ao fim da tarde,

Quando o ruído se torna silêncio,

Se me beijares de cor-de-rosa…!

Oferece-me rosas azuis,

Mesmo que sejam temerárias.



IR, 10/08/2011

Enviar um comentário