VideoBar

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

segunda-feira, 19 de novembro de 2007

Pensar Abril, I

O 25 de Abril…
A Liberdade…

O Zeca
Que nos fez acordar
De uma longa noite de trevas

O 25 de Abril…
A voz audaz de um povo
Até então
Calado
Adormecido…
A consciência dessa voz
Que nos iluminou o futuro

O futuro?
Que futuro?
O da politica demagógica?
O da falsa democracia?

O futuro que já não se silencia,
O futuro da expressão de todas as cores
Rosa, laranja, vermelho, verde, amarelo…

O 25 de Abril…
O eco de pensamentos outros,
Do diálogo ou da conversa fiada,
Da trama das ideologias
E da teoria da inexistência das ideologias

O 25 de Abril…
O amor e a paz
Sempre adiadas
Mesmo depois do terminus da guerra colonial…
Dos homens mutilados,
Dos corações de mulheres despedaçados;
Das almas das crianças órfãs,
Que assim nasceram
Á luz da promessa de uma nova idade…

Isabel Rosete
24/04/1999
Enviar um comentário