VideoBar

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Amemos
As flores
De todas as formas
De todas as cores
De todos os cheiros.

Amemos
A ternura de todas as pétalas
Aveludadas
De doces texturas
Inigualáveis.

Amemos
O fundo gravitacional
Que tudo abriga.

Louvemos
Todos os espaços astrais
De luzes incandescentes.

Louvemos
O brilho redondo
Da infinitude do Cosmos
O som distante
Das órbitas planetárias
A informe forma
Das nuvens brancas…

Isabel Rosete
Enviar um comentário