VideoBar

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

A morte do Outro
Apraz-nos bem,
Engrandece-nos o Ego
Em busca de auto-satisfação…

Quem disse que o homem
Nasce naturalmente bom?

Quanta ilusão,
Quanta alucinação,
Quanta aparência,
Quanta insolência!...

A finitude do outro
E do mesmo,
O acabamento
A aniquilação…

Um outro espaço,
Um outro lugar,
Um outro tempo,
Uma outra vida…
Enviar um comentário